Qual roupa combina com seu biotipo?

Vestir aquela roupa linda que namoramos na vitrine, uau, difícil explicar a sensação, não é mesmo? É como se um misto de satisfação abraçada com o poder tomasse conta do nosso ser. Ah! E sair da loja preferida cheia de sacolas é quase divino! Mas nem sempre acertamos. Ou somos enganadas pela vendedora que diz que o caimento ficou perfeito ou somos enganadas pelos nossos olhos, por um único motivo: eles não conhecem nosso biotipo, não tem intimidade com o todo que somos.

Queremos o look perfeito da manequim, mas esquecemos que nosso corpo é diferente e terá outro efeito. Talvez não fique harmonioso. Talvez fique mesmo uma droga. Por isso é importante que cada uma de nós conheça sua forma corporal.

Existem cinco formas básicas do corpo feminino: Ampulheta, X ou Violão; Y ou Triângulo Invertido; Triângulo, A ou Pêra; Retângulo, H ou Régua; Oval, O ou Maçã. E, acreditem, este conhecimento é um salva-vida do nosso guarda-roupa. Nunca mais, eu disse nunca mais, compraremos roupas que não usaremos depois!

Parece, mas não é simples identificar o biotipo, que pode se encaixar perfeitamente numa das cinco formas básicas ou apresentar características de duas ou três. Meu corpo, por exemplo, é quase um mix. Nele existe uma ampulheta escondida, sobreposta por um retângulo que começou a desenvolver uma maçã graças ao meu apetite taurino. Sim, lamento informar, as formas costumam mudar com o tempo!

Claro que algumas (e poucas) mulheres terão apenas uma forma durante toda a vida, enquanto outras poderão ficar entre formas. Se a ampulheta ganhar uns quilos extras, poderá passar do violão ao oval e isso é femininamente normal. Continuaremos lindas, especiais e únicas, em qualquer corpo. Então, bora lá identificar seu biotipo? Sincerona, ok?

Os cinco tipos básicos de corpos

Triângulo, A ou Pêra

É a forma mais comum das brasileiras, com tendência a acumular gordura nos quadris e nádegas. Neste biotipo os quadris são mais largos que os ombros, que são estreitos. A cintura é marcada e os peitos quase sempre são de pequenos a médios. O equilíbrio das proporções vem nas peças que destacam a parte de cima do corpo. Famosas pêra: Jennifer Lopez, Camila Pitanga e Taís Araújo.

Use e abuse de:

  • Colares
  • Mangas e detalhes com volume
  • Blusas de cores claras ou vibrantes
  • Blusas estampadas
  • Bordados, babados e laços no decote
  • Decotes canoa, assimétricos e amplos
  • Sobreposição de blusas
  • Vestidos com detalhe blusê
  • Saias retas
  • Saias levemente enviesadas

Ampulheta, X ou Violão

O tipo de corpo feminino “Ampulheta, X ou Violão” é caracterizado pela cintura bem definida, busto e quadril geralmente são proporcionais, pois as medidas são praticamente as mesmas. Para abusar da cintura fina, o truque é dar destaque para ela, usando peças que a realcem ainda mais. Podemos ver o corpo violão em Juliana Paes, Carolina Dieckman e Beyoncé.

Use e abuse de:

  • Decote nas costas
  • Calças de cós intermediário
  • Modelagens acinturas
  • Blazers com abotoamento duplo
  • Saia lápis
  • Vestido tubinho
  • Recortes transpassado
  • Estampas médias

Retângulo ou H

No tipo “Retângulo” ou “H”, a cintura é pouco definida, quadris e ombros geralmente têm a mesma largura. Com poucas curvas, o busto quase sempre é médio ou pequeno e as pernas, na maioria das vezes, são finas. O truque é destacar uma região, ou parte de cima ou parte de baixo. Famosas neste biotipo: Claudia Raia, Gisele Bündchen e Nicole Kidman.

Use e abuse de:

  • Cintos
  • Colares longos
  • Faixas na cintura
  • Jaquetas curtas
  • Saias e calças evasês
  • Vestidos evasês na parte inferior
  • Composições monocromáticas
  • Abotoamento único em blazers
  • Detalhes nos ombros das blusas
  • Detalhes em bolsos das calças
  • Decote em formato V ou assimétrico
  • Peplum e recortes na linha da cintura
  • Peças com detalhe transpassado na cintura

Maçã, Oval ou O

No tipo “Maçã”, “Oval” ou “O”, a cintura não é definida e a gordura tende a se formar no estômago. O tamanho do busto quase sempre é de médio a grande e os ombros e quadris são alinhados, pescoço geralmente é curto, braços e pernas arredondados. O ideal neste biotipo é criar o efeito de silhueta mais fina. Oprah Winnfrey e Preta Gil são exemplos desta forma, assim como Penélope Cruz, que mesmo magra, é o tipo maçã.

Use e abuse de:

  • Peças longas
  • Peças soltas
  • Tecidos fluídos
  • Linhas verticais
  • Colares longos
  • Correntes finas
  • Decotes em V ou canoa
  • Calças e saias de corte reto
  • Tecidos mais encorpados
  • Looks monocromáticos
  • Estampas pequenas
  • Estampas de fundo escuro
  • Blusas para fora da cintura
  • Blusas detalhe transpassado na cintura
  • Vestidos com detalhes transpassados
  • Mangas em comprimento ¾ ou dobradas
  • Calças e saias em modelagem reta ou mini-flare

Triângulo Invertido ou Y

Neste tipo, “Triângulo Invertido” ou “Y”, o quadril é mais estreito que os ombros, que são largos. O busto geralmente é de médio a grande. Cintura e quadris tem pouca diferença e por isso a dica é chamar a atenção para a parte baixa do corpo, criando volume e evidenciando a linha da cintura. São exemplos de mulheres triângulo invertido, Giovanna Antonelli (44), Cameron Diaz (48) e Angeline Jolie (45).

Use e abuse de:

  • Colares longos
  • Calças e saias estampadas
  • Calças e saias claras ou coloridas
  • Vestidos, saias evasês ou trompete
  • Calças flare ou “baggy”;
  • Blusas de decote verticais em V ou U
  • Blusas com detalhes na barra
  • Blusas modelagem em corte A
  • Camisas com detalhes nos punhos
  • Camisas e blusas com abotoamento frontal e vertical
  • Estampas na parte de baixo, em calças, saias e bermudas

Giovana Petrocele